por kamilgiglio

01 jun 2017

Como instituições de ensino podem se destacar na Economia do Conhecimento

Já ouviu falar em Sociedade do Conhecimento? Você sabe como criar diferencial competitivo para o seu negócio?

Na era da economia globalizada, informações e conhecimento são os diferenciais estratégicos para as instituições de ensino que buscam se destacar em um mercado competitivo. Mais do que oferecer produtos e serviços, na atualidade é preciso entender as transformações em andamento e oferecer soluções para as demandas emergentes. Veja a seguir dicas específicas para os negócios em Educação.

Utilize sistemas de gestão e educação unificados e simplificados

cultura de dados

As Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) tornaram-se alicerces da globalização, oferecendo sistemas que auxiliam em uma gestão mais eficiente. As TIC auxiliam a automatizar processos, flexibilizar as interações e diminuir custos. Em suma, os sistemas nos ajudam a visualizar detalhes de operação que montam uma visão mais abrangente e eficiente do negócio.

No âmbito da educação, as instituições, em especial as privadas, buscam adequar-se a essas transformações da era digital. Encontrar uma única solução simples, que unifique demandas administrativas, educacional, comunicação e financeira, que esteja disponível a qualquer momento e para qualquer dispositivo, com uma interface familiar para o usuário, é um desafio que muitas organizações de TI estão buscando.

Adicionalmente, formar profissionais para o futuro em uma cultura que também sofre alterações, no mesmo ritmo que novas soluções tecnológicas são lançadas, exige flexibilidade e agilidade. Integrar tradição e inovação é uma receita (difícil, mas) de sucesso que atende aos anseios e valores que as gerações mais jovens reivindicam.

Século XXI: Abra espaços de cultura de colaboração

Ao olharmos para a vida nos últimos 20 anos veremos que ela mudou bastante, correto? A flexibilidade proporcionada pelos dispositivos móveis (notebooks, tablets e smartphones) permitiram que interagíssemos mais, social e profissionalmente. Esse acontecimento é o que os especialistas, como Kerckhove¹ (1997) por exemplo, classificam como uma mudança da percepção de tempo e espaço.

No campo da educação, essa flexibilização dos espaços e do tempo já é percebida. No setor pedagógico, com grupos em redes sociais, aplicativos para celulares, fóruns, vídeos na internet tornaram-se ambientes de estudo e aprendizagem. No setor administrativo, sistemas administrativos-financeiros, compartilhamento de arquivos, registro unificado de estudantes, redes sociais corporativas, entre outros, já são tidos como suportes necessários para uma gestão eficientes.

Paralelamente, por trás dessas tecnologias que permitem as interações a distância, percebe-se também uma cultura emergente, baseada em compartilhamento e colaboração. Portanto, é importante observar dois aspectos:

  1. Buscar soluções para o dia-a-dia que ofereçam um registro que permita o tratamento e análise dos dados gerados, com baixo custo de manutenção.
  2. Entender que existe a necessidade de desenvolvimento do capital humano para atuar e educar dentro dessa nova cultura. Por isso, capacitar Professores é parte fundamental do processo de gestão de negócios em educação.  Estimulá-los e capacitá-los para atuarem na educação do século XXI torna-se uma condicional para gerar valor para a instituição.

Esses elementos, no entanto, são normalmente observados como barreiras, pois geram lacunas relacionadas à uma estrutura de TI adequada, e a uma gama de competências educacionais específicas, relacionadas às transformações ocorridas nas últimas décadas.

Entregar soluções Integradas para Educação (humano + tecnologia)

No século XXI, a garantia da produtividade de uma organização está condicionada ao uso de tecnologias eficazes, que permitam a colaboração em equipe (reuniões, documentos, anotações, acesso a arquivos etc.), em qualquer lugar e momento. Outro aspecto importante está relacionado ao desenvolvimento de competências para que os colaboradores façam uma significação da tecnologia em seu campo atuação.

Projetos com planejamentos falhos, sem análises do contexto, geram pouca adesão, abandono e desmotivam. As estruturas tornam-se obsoletas (elefantes-brancos) e as pessoas não se sentem confortáveis ou aptas para incorporarem o recurso em seu trabalho.

Para o sucesso de um projeto tecnológico na educação é preciso, basicamente, atender a variáveis financeiras, administrativas e pedagógicas. Como exemplo, podemos citar os seguintes tópicos:

  • Simplificar os processos de registro e administração da instituição,
  • Melhorar a gestão de cursos com serviços online,
  • Capacitar professores para a incorporação da tecnologia como suporte pedagógico em sua aula,
  • Diminuir o custo da infraestrutura e plataformas pagando somente o que se utiliza do serviço.

Com a ubiquidade proporcionada pela tecnologia cloud é possível que escolas e instituições de ensino superior simplifiquem os processos, melhorem a gestão e economizem ao escalar recursos durante os períodos de pico, como matrículas e avaliações. E reduza recursos durante os períodos de baixa demanda.

Já para estudantes e colaboradores é preciso que os seus dispositivos estejam conectados a um serviço de gerenciamento (login único por usuário), que forneça relatórios inteligentes e promova uma segurança proativa. Com a capacitação adequada ao contexto, os líderes educacionais (professores) poderão educar e estimular os estudantes a se apropriarem das ferramentas de produtividade, extrapolar os limites físicos da sala de aula (estudo em qualquer lugar e momento), acompanhar a jornada de aprendizagem de cada estudante, estimular atividades colaborativas, incentivar o protagonismo e formalizar a construção do conhecimento em ambientes virtuais de trabalho.

Todo esse processo, suportado por uma tecnologia familiar, fácil de ser utilizada,  tornará essas informações detalhadas explícitas. Com isso, será possível identificar aptidões e mitigar custos e problemas, bem como aperfeiçoar o planejamento estratégico. Criando diferenciais competitivos e inserindo estrategicamente a sua instituição na Economia do Conhecimento.

Quer saber por onde começar?

TroféuAumente o impacto da sua instituição

Saiba como as soluções TISA Educação 3.0 e Microsoft Educação podem ajudar a sua instituição alcançar melhores resultados e performance na educação do século XXI.

Investimento

Fomente o potencial financeiro

Saiba como criar um ecossistema sustentável e como obter retorno financeiro com uma educação inovadora.

Sustentável

Planeje um futuro sustentável

Saiba como a consultoria do TISA Educação 3.0 pode ajudar a implantar e inovar no planejamento da sua instituição.

Invista no que gera retorno

Saiba como a capacitação docente adequada associada a soluções tecnológicas integradas podem ser o eixo crítico para o sucesso da sua instituição.

Entre em contato abaixo e conheça mais sobre o pacote de colaboração e produtividade Microsoft com o curso de capacitação TISA Educação 3.0. Comece hoje a economizar recursos, ganhar velocidade e ter uma performance customizada para uma a migração digital da sua instituição.

¹KERCKHOVE, D. A pele da cultura. Ed. Relógio D’Água, 1997.

TISA MICROSO



Acompanhe nossas novidades nas redes sociais!