por leonardobecker

28 ago 2014

A eficiência da comunicação interna com a TV corporativa

Tv corporativaA comunicação interna de uma empresa, principalmente de médio e grande porte, pode ganhar agilidade e eficiência com o investimento em um projeto de TV corporativa. O principal benefício é garantir que informações sobre a empresa e notícias de interesse comum cheguem com maior assertividade aos funcionários de diferentes cargos e setores e aos clientes que transitarem pelas áreas de convívio.

Apesar de se falar cada vez mais em comunicação colaborativa, a eficácia desse tipo de TV se deve ao fato de que a informação chega aos colaboradores sem que eles procurem. Ou seja, a passividade de quem está tomando um café do refeitório ou aguardando um executivo na recepção diante da TV corporativa é o que faz com que esse canal seja mais eficiente em relação a uma intranet, aos velhos murais, aos boletins digitais ou aos jornais corporativos em papel, que exigem um postura mais ativa do receptor. Aliás, as informações desses canais podem ser reaproveitadas pela televisão.

O conteúdo a ser transmitido pode ser diverso: lançamento de produtos, prêmio e certificações de funcionários, cotações do dólar e explicações novas regulamentações no setor de atuação da companhia.

Um dos nossos clientes, o Angeloni Capoeiras, tem 200 funcionários e usa sua TV para informar o dia em que o salário vai ser depositado, quando chegarão os uniformes novos, qual é a previsão do tempo ou alguma mensagem motivacional. Algumas empresas, principalmente aquelas que bloqueiam o acesso aos portais via Internet, contratam serviços de conteúdo para veicular também notícias.

Como fazer

Não é necessário ter uma estrutura de TI muito sofisticada para instalar um sistema de TV corporativa. Basta ter uma rede interna de qualidade, gerenciada, com capacidade de suportar o tráfego de vídeos e Multicast IP (protocolo para envio de informações para diferentes pontos, simultaneamente).

A maioria das aplicações para essas televisões não demanda acesso à Internet (as exceções são as previsões do tempo e informações sobre as bolsas de valores). Os televisores corporativos não são equipamentos comuns: eles costumam ter uma vida útil cinco vezes maiores que um aparelho convencional. Em cada uma deles, é instalado um player que recebe e transmite os conteúdos.

Os vídeos, fotos e textos a serem transmitidos podem ser inseridos a partir de qualquer computador, por meio de navegadores tradicionais. O ambiente web é bem amigável – por isso, não é necessário funcionários super qualificados em design ou TI para executar essa tarefa.

A gestão costuma ser centralizada nas área de marketing ou de recursos humanos. Para que haja maior efetividade na comunicação, é fundamental que essas TVs fiquem posicionadas em locais com grande fluxo de pessoas e em espaços onde as pessoas costumam ficar paradas por um tempo, como salas de espera, refeitórios, corredores ou recepções.

Foto do topo: www.freedigitalphotos.net



Acompanhe nossas novidades nas redes sociais!