por dietererwin

28 nov 2014

Monitoramento analítico: softwares que tornam suas câmeras inteligentes

monitoramento analíticoPor conta do suporte digital, a câmera IP permite tornar mais inteligente a captação de imagens porque é compatível com softwares de monitoramento analítico. Esses sistemas são proativos, ou seja, conforme o comportamento identificado, ele pode enviar alertas ou acionar outros sistemas. Dessa forma, o trabalho do vigilante ou do profissional que gerencia os  equipamentos de monitoramento fica mais ágil e qualificado.

O software pode ser embarcado na própria câmera. Basta comprar uma licença (que vale para apenas um dispositivo), e fazer o upload do programa para dentro da câmera. Depois disso, ela ganha uma nova interface, que permite acessar o aplicativo dentro dela. Entretanto, antes de comprar, é importante verificar se a sua câmera suporta a instalação de softwares analíticos embarcados e da aplicação escolhida em específico. Nos sites dos sistemas analíticos, os desenvolvedores costumam indicar os modelos de câmeras compatíveis. 

O gerenciamento das imagens costuma ficar disponível em plataformas web, acessíveis por qualquer navegador. Ou seja, não é necessário instalar nenhum programa no seu computador para saber quantas pessoas entraram e saíram de sua loja se você tiver um software para contar as pessoas na câmera instalada na entrada.

Armazenamento

Como falamos no primeiro post sobre este assunto, as câmeras têm entrada para um cartão de memória que serve para armazenar as imagens por um certo tempo.

Porém, se for necessário ter um histórico de médio e longo prazo, se você precisar monitorar vários locais ou se você quiser ter acesso aos relatórios de forma centralizada, será preciso investir em um servidor dedicado, onde o software analítico deverá ser instalado (nesse caso, a configuração dele será um pouco mais complexa). Também será necessário um link de dados que interligue as localidades monitoradas ao ponto central, como, por exemplo, uma VPN (rede virtual privada).

monitoramento

Exemplos de softwares de monitoramento analítico

Os softwares embarcados em câmeras têm diferentes funcionalidades. Abaixo, enumeramos algumas:

  1. Linha virtual: ideal para monitorar os perímetros de uma área, o software permite tracejar uma linha virtual, por exemplo, sobre os muros (como na imagem acima). Se a câmera detectar que alguém ultrapassou essa linha, ela dispara o alarme e informa o operador;
  2. Contagem de pessoas: usados como se fosse uma catraca invisível, esse analítico conta as pessoas que passam pela câmera;
  3. Monitoramento de estradas: existem analíticos para contar os carros e para acionar alarmes caso um automóvel esteja na contramão;
  4. Objeto deixado ou retirado da cena: usado para evitar roubos (quando o objeto é retirado de cena) e ataques terroristas (quando algum objeto é deixado em cena). A câmera envia um alerta ao operador, que deverá encaminhar as medidas para cada caso (dependendo da situação, acionar o esquadrão anti-bomba, por exemplo);
  5. Loitering: para identificar comportamentos suspeitos de pessoas – por exemplo, quando há alguém circulando em um local que é somente de passagem;
  6. Leitura de placas de veículos: com a câmera na altura da cancela, esse analítico consegue ler as placas de veículos e automatizar sua abertura e fechamento. Para esse tipo de recurso, é necessário ter um servidor integrado para instalação do software analítico e banco de dados com o número das placas dos veículos;
  7. Detecção de face: câmeras instaladas na altura do rosto têm recursos de biometria que identificam o visitante e automatizam a entrada de pessoas.

Se ainda restaram dúvidas quanto ao funcionamento dos softwares de monitoramento analítico, fale conosco nos comentários.

Foto: Blog Air Live Brasil

monitoramento



Acompanhe nossas novidades nas redes sociais!