por marcusviniciusribeiro

14 ago 2014

Soluções de data center convergente: por quê você deve considerá-las?

Por que você deve considerar soluções de data center convergente?

Até meados de 2009, os passos para aquisição de um data center para sua empresa basicamente consistiam em analisar os equipamentos disponíveis no mercado, comprar os que mais se adequavam e depois integrá-los em seu ambiente de TI. Esta integração, em muitos casos, trazia problemas de compatibilidade, de configuração e de falta de documentação disponível. Era como comprar separadamente as peças de um carro e tentar montá-lo na garagem de casa. Gastava-se tempo, e no final do processo o custo de aquisição somado ao custo do tempo de integração, em alguns casos, acabava ficando maior que o previsto. Mesmo soluções compostas de equipamentos de um único fabricante podiam trazer incompatibilidades já que os equipamentos são desenvolvidos por equipes distintas e é comum no mercado um fabricante comprar outro e incorporar tecnologia (algo que nem sempre acontece rapidamente).

Então, a fim de mitigar estes problemas, em 2009 a Cisco formatou 2 parcerias: uma com NetApp (FlexPod) e outra com EMC e VMware (VBlock). A proposta destas soluções é justamente entregar ao cliente final uma solução completa, integrada, com gerenciamento simplificado e capaz de reduzir os investimentos em cabeamento, em refrigeração e uso de espaço físico no datacenter.

Outros fatores

Além disso as soluções convergentes reduzem o tempo gasto para manutenção do ambiente já que a arquitetura:

– foi amplamente testada e validada pelos fabricantes, para a garantia da total interoperabilidade dos equipamentos, respeito aos padrões e protocolos;

– está detalhadamente documentada, desde a conectividade física dos equipamentos até a configuração dos mesmos;

– é garantidamente compatível com as principais soluções de software do mercado, de forma a assegurar que o cliente não terá surpresas desagradáveis ao tentar implantar determinada solução. Cabe ressaltar que a validação de compatibilidade é feita não só com sistemas operacionais, mas também com soluções de bancos de dados, de e-mail, de virtualização (de servidores e desktops), de ERP, etc;

– simplifica o gerenciamento do ambiente, permitindo que as equipes de TI dediquem mais tempo às questões estratégicas e menos à manutenção operacional do ambiente;

– possui suporte integrado dos fabricantes. Isso quer dizer que em caso de problemas o chamado pode ser aberto a um dos fabricantes que, se necessário, irá interagir com o outro para buscar resolver o problema. A solução é vista de maneira integrada pelos fabricantes que a compõem.

Além destes importantes recursos, as soluções convergentes já possuem integração com ferramentas de gerenciamento e orquestração, que tornam a evolução de um ambiente virtualizado para um ambiente de nuvem privada (private cloud) muito mais simples e barata. Como estamos em uma época da industrialização da TI, é sempre importante estarmos atentos às facilidades de gerenciamento trazidas pelos ambientes de nuvem privada.

Mesmo que você ainda não esteja pronto para a cloud ou ainda não precise dela, é importante considerar uma infraestrutura de data center que seja facilmente suportada por uma ferramenta de nuvem.

As soluções de data centers convergentes se mostraram um sucesso tão grande que outros fabricantes, como Dell, HP e IBM também lançaram suas soluções para esta abordagem de arquitetura.

Interessou-se pelas soluções de data centers convergentes? Restou alguma dúvida? Não deixe de compartilhar conosco pelos comentários. Será um prazer ajudá-lo.



Acompanhe nossas novidades nas redes sociais!