$name

Infraestrutura AWS garante economia de 30% nos custos do Centro Universitário ENIAC

Ao todo, 12000 estudantes contam com a instituição para o bom desempenho das atividades acadêmicas

O Centro Universitário Eniac, com sede em Guarulhos (SP), inovando há 30 anos no setor educacional do país, investiu em economia sem renunciar à qualidade: investiu em uma arquitetura híbrida, a fim de sanar suas necessidades de recursos computacionais, em busca de um ambiente escalável e de alta performance.

Sendo a primeira instituição do Brasil a ser certificada com o ISSO 9000, selo de qualidade que caracteriza a gestão, oferece cursos de graduações presenciais, cursos nas modalidades Flex e EaD, com forte fator tecnológico envolvido na grade.

Até 2017, o Centro, que operava ainda com um sistema on-premise, de difícil manutenção e com alto custo agregado. Foi então que migrou para a arquitetura AWS, através da Teltec Solutions. O resultado foi imediato: desde a virada sem qualquer incidente à economia e novas potencialidades da cloud computing.

Benefícios comprovados

A instituição decidiu transformar seu ambiente para a arquitetura de cloud computing, por conta dos sucessivos problemas que tinham com a infraestrutura anterior, que dificultava picos de acesso e possuía os altos custos de manutenção.

“Vai ser difícil falar de um só benefício, mas eu posso listar pelo menos dois: um que ajuda muito na nossa sustentabilidade, pela economia que a gente tem financeira, ao optar por esse serviço que, além de ser muito mais seguro, ele, pra nós, foi 30% mais econômico. O segundo, é poder ter a certeza de que a gente pode voar, pode inovar, pode crescer, que não vamos ter problema não”, comemora Ruy Guérios, fundador e mantenedor do Centro Universitário Eniac.

Confira o vídeo do case:

Migração e suporte

A migração trouxe ao cliente a tranquilidade de ter ainda o seu sistema disponível, sem que fosse sequer necessário pausar as atividades da instituição. O dimensionamento da migração ocorreu de forma planejada, a fim de que a comunidade acadêmica sequer sentisse os efeitos transitórios.

Miguel Sanchez, gerente de TI do Eniac, conta: “O maior desafio técnico que nós tivemos na migração foi conseguir entender quais eram os principais serviços que nós poderíamos rodar na nuvem da AWS. O que mais surpreendeu toda a equipe e o corpo diretivo, foi a forma limpa como tudo ocorreu. Conseguimos fazer todas as migrações à quente, como dizemos, sem o cliente perceber, sem nenhum tipo de queda. Segunda-feira, todos amanheceram trabalhando, sem nem saberem o que tinha acontecido”, finaliza Sanchez.

Categorias

AWS

Quer saber mais sobre soluções de nuvem?

1/2
2/2

Obrigado pelo interesse!

Em breve entraremos em contato.