por admin

06 nov 2018

Cloud Azure: veja o que a nuvem da Microsoft pode fazer por você

Apresentada em 2008, lançada em 2010 e rebatizada em 2014, a Cloud Azure foi a grande aposta da Microsoft para o então crescente – hoje consolidado – mercado de computação em nuvem. Com a robustez da marca Microsoft, famosa pelo seu sistema operacional e pelos seus pacotes de aplicativos para escritório, não demorou para que a plataforma se firmasse e fosse considerada um dos maiores provedores de nuvem do mundo.

O número de regiões em que a plataforma está alocada é impressionante: são, até agora, 54 regiões globais. Esse número é maior do que qualquer outro provedor do mundo. A última notícia é a de que a companhia está em uma disputa com a AWS para um contrato bilionário com o Pentágono americano, com uma região dedicada apenas para dados classificados do governo americano.

Logo da Cloud Azure, da Microsoft.

Como a Cloud Azure funciona?

O Azure, inicialmente, era estritamente vendido como PaaS (Platform as a Service), porém, em 2012, a Microsoft entrou também no mercado de IaaS (Infrastructure as a Service) na nuvem, com o lançamento do Azure Virtual Machine. A disponibilidade geral do serviço só ocorreu em abril de 2013. Atualmente, o provedor funciona sob esses dois modelos.

Existem modelos de assinatura pré e pós-pagos, com a possibilidade de pagamento no modelo “Pay as you Go” ou pelo programa Cloud Solution Provider (CSP), em que o locatário da nuvem pode obter os serviços em nuvem da Microsoft, incluindo o Office 365. A diferença está no contrato único para as soluções de Cloud da companhia.

No entanto, é possível realizar um cálculo prévio do investimento necessário para o uso de, praticamente, qualquer serviço disponibilizado pelo Azure, através da Calculadora de preço da plataforma.

Dada a capacidade de elasticidade da Cloud Azure, você pode ativar a função de Automatic Scaling. Dessa forma, é possível habilitar para que as instâncias sejam duplicadas horizontalmente, fazendo com que apenas os recursos utilizados sejam cobrados, assim como, por outro lado, sejam desalocados os recursos ociosos automaticamente.

Vantagens e benefícios do Azure

Satya Nadella, CEO da Microsoft.

Um dos grandes benefícios do Azure, sem dúvidas, é a sua integração com os diversos produtos da Microsoft. Satya Nadella, CEO da empresa desde 2014 e o grande promotor de mudanças culturais dentro da companhia fundada por Bill Gates, quer que a empresa seja direcionada por dados de maneira holística.

Certamente, essas mudanças se refletem na forma de usabilidade do Azure. A integração e o preço por serviços de alto nível chamaram a atenção de empresas no mundo todo. Atualmente, o Azure e seus diversos serviços são utilizados por 95% das empresas do Fortune 500.

Principais serviços da Cloud Azure

Segundo o relatório do Gartner de 2018, existem dois tipos de clientela principal da nuvem da Microsoft: um tipo de cliente faz a adoção da Azure por valorizar o relacionamento e o investimento da empresa em infraestruturas nas tecnologias da Microsoft.

Já o outro tipo de cliente valoriza a capacidade do Azure de integração às ferramentas e tecnologias de desenvolvimento de aplicativos da Microsoft. Os recursos de PaaS especializados integrados, como o Azure Data Lake, o Azure Machine Learning ou o Azure IoT Suite também chamam atenção da clientela.

Atualmente, os principais serviços no Azure são:

  • Máquinas virtuais – são um serviço de IaaS que permitem que você implante e gerencie VM’s (Virtual Machines) dentro de uma rede virtual (VNet);
  • Serviço de aplicativo – é um serviço gerenciado para hospedar aplicativos Web, back-ends de aplicativo móvel, API’s Restful ou processos automatizados de negócios;
  • Service Fabric – é uma plataforma de sistemas distribuídos, que pode ser executado em vários ambientes, incluindo o Azure ou até mesmo no local. O Service Fabric é um orquestrador de micro serviços em um cluster de computadores;
  • Azure Storage – É um serviço gerenciado pela Microsoft que oferece armazenamento altamente disponível, seguro, durável, escalável e redundante;
  • Serviço de Contêiner – permite criar, configurar e gerenciar um cluster de VM’s pré-configuradas para executar aplicativos em contêineres;
  • Azure batch – serviço gerenciado para execução de aplicativos HPC (Computação de alto desempenho) paralelos e em grande escala;
  • Serviço de Nuvem – é um serviço gerenciado para executar aplicativos de nuvem. Ele usa um modelo de hospedagem PaaS.

Segurança na Cloud Azure

Quando se fala em computação em nuvem, umas das maiores preocupações é com a segurança. O Azure conta com certificações, normas de conformidade internacionais e específicas do setor e de regiões e países diferentes. Dentre os mais importantes, estão: ISSO/IEC; CSA/CCM; ITAR; CJIS; HIPAA e IRS 1075.

A Microsoft garante a segurança multicamadas para datacenters físicos, infraestruturas e operações no Azure. Os hardwares são personalizados e contam com controles de seguranças integrados aos componentes de hardware e firmware. Além disso, a empresa garante ter equipe de mais de 3500 especialistas em segurança cibernética global dedicados à segurança dos ativos e dados no Azure.

Quer entender mais sobre a Cloud Azure? A Teltec Solutions, parceira Gold da Microsoft, está à sua disposição. Fale conosco e tire suas dúvidas!

Categorias



Acompanhe nossas novidades nas redes sociais!