por admin

25 jul 2018

Google Chrome começa a marcar todos os sites que não são HTTPS como “Não seguro”.

De acordo com o relatório de transparência do Google, 50% dos sites visitados no Google Chrome no Windows estão usando HTTPS, e 81 dos 100 principais sites da Internet hoje usam HTTPS por padrão. Você sabe como está sendo avaliado seu sistema WEB?

Com o lançamento do Chrome 68, o Google Chrome marca de forma proeminente todos os sites não HTTPS como “Não seguro” em seus esforços para tornar a Web um local mais seguro para os usuários da Internet dentro do período de um ano. Portanto, se você ainda estiver executando um site inseguro HTTP (Hypertext Transfer Protocol), muitos de seus visitantes já podem ser recebidos com uma mensagem ‘Não Seguro’ no navegador Google Chrome, avisando que não podem confiar em seu site para estarem seguros. Ao exibir “Não seguro”, o Google Chrome mostra que sua conexão não possui um certificado SSL para criptografar sua conexão entre seu computador e o servidor do site. Portanto, qualquer coisa enviada por uma conexão não HTTPS seja um texto simples, sua senha ou informações de cartão de pagamento, pode permiter que invasores rastreiem ou adulterem seus dados

 

A conexão não https foi considerada perigosa especialmente para páginas da Web que transferem informações confidenciais, como páginas de login e formulários de pagamento, pois podem permitir que um invasor intermediário intercepte senhas, sessão de login, cookies e detalhes do cartão de crédito enquanto navegam pela rede.

Transição e segurança

Essa transição significativa não ocorreu da noite para o dia. O Google tem trabalhado por anos para que os administradores tivessem tempo suficiente para migrar seus sites para uma conexão segura.

Em Janeiro de 2017, o Google iniciou sua missão de tornar a Web um local mais seguro exibindo o aviso “Não seguro” na barra de endereço dos sites HTTP que coletam senhas e informações de cartão de crédito. clientes.

Em outubro de 2017, com o lançamento do Google Chrome 62, o navegador da Web começou a rotular todos os sites como “Não seguro”, que tinham qualquer tipo de campo para inserir dados em um site HTTP inseguro e em todos os HTTP páginas visitadas no modo de navegação anônima, onde os usuários podem ter maiores expectativas de privacidade.

Ontem o Google lançou o Chrome 68, dando a toda a Web um impulso para conexões HTTPS seguras e criptografadas, marcando todos os sites que não usam a criptografia HTTPS como ‘Não segura”.

Saiba as 6 razões pelas quais você deve ativar HTTPS em seu site:
HTTPS melhora o ranking do Google e SEO
HTTPS melhora a segurança e a privacidade do site
HTTPS aumenta a credibilidade e melhora a confiança do cliente
HTTPS melhora a velocidade do site, pois o HTTP2 é mais rápido que o HTTP
HTTPS torna a navegação no Wi-Fi público mais segura
HTTPS agora está livre!
A adoção de HTTPS é a escolha perfeita para você e para todos que visitam seu site.



Acompanhe nossas novidades nas redes sociais!