por admin

07 maio 2021

Por que a solução de endpoint XDR é mais eficiente que um antivírus comum?

Os ataques cibernéticos cada vez mais ganham proporções alarmantes, como mostra a pesquisa da Unit 42 (grupo de consultoria em segurança cibernética da Palo Alto Networks). No relatório da Unit 42, desde o começo da pandemia de COVID-19,  os incidentes  de segurança aumentaram no setor de varejo (402%), indústria (230%) e governo (205%).

Além do uso dos antivírus tradicionais e de firewall, soluções de proteção endpoint também ganham espaço e podem trazer mais segurança para o ambiente corporativo.

Embora ainda exista uma cultura de que segurança de dados se resolve com antivírus, é preciso traçar ações de cibersegurança para se prevenir dos ataques, antes que eles aconteçam.

Para entender como funciona uma solução de endpoint, continue a leitura e veja a importância desse recurso para proteger os dados da sua empresa!

A necessidade da proteção de endpoint

O uso de dispositivos móveis aumentou muito nas últimas décadas. E no ano de 2020, com o crescimento do home office, muitas empresas adotaram formas de trabalho remotas, com o uso de  computadores e demais ferramentas em casa. O que aumenta a vulnerabilidade e as chances das armadilhas virtuais terem sucesso. Uma pesquisa da WatchGuard comprova isso. Ela aponta o crescimento do Spear Pishing, uma uma invasão que ocorre por meio de e-mails, aparentemente confiáveis, que invadem um computador ou celular para roubar informações importantes.

Neste cenário uma solução endpoint é fundamental. Na tradução literal, o termo indica para ponto de extremidade.Os pontos de extremidade nada mais são que os dispositivos que usamos para nos conectarmos à rede, como smartphones, computadores ou tablets. Com acesso à internet, esses aparelhos ficam suscetíveis a invasões e servem como uma porta para entrada para os invasores.

Um colaborador pode abrir um e-mail suspeito e clicar em um link infectado com um malware. Neste instante uma solução endpoint já entra em ação: ela pode avisar sobre o risco ao clicar no endereço e bloquear a entrada maliciosa no computador ou outro dispositivo.

Malwares avançados, falta de ferramentas de segurança suficientes, credenciais comprometidas, configuração incorreta de ambiente e vulnerabilidades não corrigidas são os principais fatores de comprometimento da segurança dos dados. Segundo o IDC, a quantidade de dados corporativos em nuvem já ultrapassa a quantidade armazenada localmente. E 53% das cargas de trabalho acontecem na nuvem.

Por isso, ampliar o olhar sobre o tema e buscar soluções de cibersegurança mais completas é fundamental!

Como uma solução endpoint ajuda as empresas?

Uma solução endpoint é mais segura, completa e inteligente que os antivírus comuns. Os sistemas são desenvolvidos para trazer maior segurança para os equipamentos e detectar possíveis invasões maliciosas, que outras tecnologias normalmente não conseguem garantir. Veja como:

Detecção

Quando algum dispositivo malicioso tenta invadir uma máquina que tenha a solução endpoint, o sistema detecta a possível entrada maliciosa de hackers ou malwares e os bloqueia caso seja necessário. Tudo isso é avisado ao usuário para que ele fique atento.

Proteção de dados

A solução endpoint procura levar proteção de dados para as empresas. Os famosos ransomwares buscam corporações de todos os tamanhos e segmentos, que contenham informações importantes armazenadas nas máquinas. Por isso, o intuito é gerar mais segurança que um antivírus normal e evitar qualquer tipo de invasão.

Alertas

Uma forma que a proteção endpoint tem para avisar as empresas sobre os possíveis riscos de um link malicioso é com alertas. Se você receber pelo WhatsApp da empresa um endereço eletrônico suspeito, o sistema irá verificar a segurança e avisar caso não seja confiável.

Correção de incidentes

Por fim, os endpoints fazem a correção de incidentes. Para isso, o sistema analisa as situações que já aconteceram com as máquinas e criam uma “lista negra” com possíveis problemas que podem voltar a acontecer e colocar a segurança do sistema da empresa em risco.

Por que a solução endpoint é melhor que antivírus?

Nesse cenário onde os ataques cibernéticos são cada vez mais contundentes, uma das melhores medidas de proteção é ter uma boa solução de segurança endpoint.

As respostas e detecções em escala empresarial executadas em dados integrados de endpoint, rede e nuvem reduzem as distrações e permitem manter o foco em ameaças reais. Por isso o antivírus se torna menos eficiente e com um alcance muito menor.

Enquanto a proteção endpoint identifica, alerta sobre o risco, bloqueia e faz o registro da tentativa de invasão de hackers e malwares, o antivírus somente detecta e remove. Não há nenhum relatório ou aviso prévio sobre o que aconteceu.

Além disso, os antivírus são instalados individualmente, ou seja, cada dispositivo possui o seu próprio detector e não há uma integração entre os sistemas para analisar os riscos de segurança na empresa como um todo.

Para ratificar esse cenário, segundo o Gartner, até o final de 2023, mais de 50% das organizações terão substituído antivírus antigos por plataformas de proteção de endpoint (EPP). Além de soluções de detecção e resposta de endpoint (EDR) que complementam a prevenção com recursos mais inteligentes para identificação e combate a ameaças.

Os benefícios dessa mudança são muito claros:

  • Ataques conhecidos e desconhecidos podem ser bloqueados com uma solução para endpoints que faz análise baseada em inteligência artificial e proteção comportamental contra ameaças.
  • É possível ter visibilidade de todos os dados da rede, endpoints e nuvem coletados e correlacionados, assim como de ferramentas de terceiros para detectar, fazer triagem, investigar, caçar e responder a ameaças.
  • Ataques sofisticados são detectados automaticamente 24 x 7, com análise baseada em inteligência artificial sempre operante e as regras personalizadas para detectar ameaças persistentes avançadas e outros ataques dissimulados.
  • As investigações de alertas e da rotatividade de colaboradores são simplificadas com análise automatizada de causa raiz e mecanismos unificados de incidentes. Isso reduz a quantidade de alertas e o conhecimento necessário para fazer a triagem desses alertas.
  • O gerenciamento, o monitoramento, a investigação e a resposta das políticas de segurança de todos seus ambientes de rede, endpoints e nuvens é consolidado, o que aumenta a eficiência e a produtividade do time de segurança.
  • As ameaças podem ser erradicadas sem a interrupção da operação.
  • Sua rede fica protegida contra ameaças avançadas, fontes internas maliciosas, violações às políticas, ameaças externas, ransomware, ataques sem arquivo, apenas memória e malware avançado.

Se a sua empresa ainda está apostando a segurança apenas com antivírus, está na hora de conversarmos sobre a importância de uma solução endpoint de excelência e multiplataforma.

O Cortex XDR, da Palo Alto Newtworks, é uma solução multiplataforma, ou seja oferece suporte a vários endpoints nos  sistemas operacionais Windows®, macOS®, Linux, Chrome OS e Android®. A Palo Alto Networks é uma empresa multinacional especializada em segurança da informação e que disponibiliza diversas outras soluções além de firewalls – entre elas um endpoint que fornece uma inteligência ampliada com foco em segurança real.

Gostou do conteúdo e gostaria de saber mais? Entre em contato conosco para saber mais sobre cibersegurança e como proteger sua empresa de forma mais completa e integrada.

Clique aqui e já falamos com você!

Categorias